Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

Ponte do Saltadouro (antiga)

000f80fe

 

000f92y2

 

000fa50x

 

000fbtkk

 

Não haveria altura mais apropriada do que esta, para mostrar estas fotografias da velha Ponte do Saltadouro, palco de batalha nas Invasôes Francesas.

 

Fotografias cedidas por José Fernandes.

 

 

Ponte Nova e Ponte do Saltadouro tudo a mesma coisa. Vários cronistas e autores, nas suas referências, têm confundido os nomes desta ponte com as que existem próximo, nomeadamente com a ponte de Ruivães que dá passagem sobre o mesmo rio à Estrada Nacional nº 4, 1ª (Braga-Chaves), a qual ainda não existia à data das invasões francesas, como é obvio. A Ponte da Rês ou Ponta Velha é a antiga ponte romana que dava passagem à via militar Braga-Chaves-Astorga.

Também é frequente a confusão da Ponte do Saltadouro com a da Mizarela, 5 ou 6 quilómetros a leste daquela.

Mede a Ponte do Saltadouro 9 metros de altura e 23 de comprimento. É de cantaria e tem um só arco. Viçosas eras cobrem-na quase integramente, o que lhe dá um aspecto rústico muito bizarro. Foi reconstruída anos depois de ter sido cortada. Actualmente (1942) tem uma parte das guardas derrubadas e na extremidade oeste (lado de Salamonde) apresenta uma funda escavação, que um devoto do «Livro de S. Cipriano» abriu à cata de um tesouro escondido pelos franceses. Segundo nos consta, o explorador partiu de mãos a abanar... Os franceses, com a pressa de fugirem, não tiveram tempo de esconder tesouros, antes abandonavam pelos caminhos o produto das suas roubalheiras.

Com a abertura da Estrada Nacional n. 14 (1ª) esta ponte perdeu quase todo o trânsito.

 

Retirado do livro “O Mutilado de Ruivães”, páginas 149 e 150.

 

Vila de Ruivães às 20:25

| deixar comentário
5 comentários:
De cousin a 14 de Outubro de 2006 às 14:15
Ouah fico mesmo espantado de ver imagens dessas. não conhecia as fotos sobre o salto douro e agora vejo que ainda a casas debaixo da agua. ainda ma atraia mais de lá ir o mais rápido possível tentar ver isso de mais perto. mas será melhor se uma pessoa podia nos indicar esses locais misteriosos de nossos cantinhos.
De paulo a 16 de Outubro de 2006 às 18:38
essa de necessitares de guia é uma questão de combinar, mas não tem que enganar: indo de Frades, sempre junto à barragem, em pouco mais de meia hora de caminho.

até breve então
De Espectador a 16 de Outubro de 2006 às 17:05
Mas esta sempre visivel ou geralmente esta debaixo de agua?
De Vila de Ruivães a 16 de Outubro de 2006 às 18:34
geralmente está submersa como se pode ver na terceira fotografia, vista do "castelo"; aliás, a nova ponte foi construida pela HICA (actual EDP) aquando da construção da barragem.

clicando na barra lateral onde diz "ponte do saltadouro", pode-se ver a nova ponte, construida mais a montante do rio e assim comparar.

obrigado pela visita.
De lindadaserra a 13 de Setembro de 2008 às 11:49
O meu espanto foi total, talvez por causa da côr. Parecia o Egipto, assim de repente...
Mais uma informação digna de registo. Acho que vocês dois(Zé Fernandes e Paulo Miranda) bem podiam lançar mãos à Monografia de Ruivães, em suporte escrito.
Sabem que um dia, quem procura, procura nas Bibliotecas.
Não deixem esse trabalho para outros. Se preferirem podem fazer em Digital. Seria uma nova forma de fazer investigação(que já está feita), de a passar ao público e de a Autarquia, Junta, etc.financiarem os custos.

Fica a sugestão. Eu ando ocupada ainda com as aulas e com outros interesses na escrita. E depois do que aqui vejo no Blogue, seria pelágio pegar no que já está feito.

Há quem o faça, mas eu não.

Só tenho que incentivar e se isso fizer bem a alguém, mãos à obra que eu dou uma ajudinha!

Comentar post