Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

...

 

 

pontos de interesse:
Vila de Ruivães às 08:00

| deixar comentário
3 comentários:
De terradesantamaria a 14 de Janeiro de 2009 às 21:10
Estes olivais têm de ser preservados.

Não os deixem morrer porque a oliveira é uma árvore bíblica. Dela se extrai o puro azeite benzido na quinta feira santa e que vai servir para os vários Sacramentos administrados pela Igreja ao longo do Ano Litúrgico ( Os Santos Óleos).
E é uma árvore tão rara na nossa região que vale a pena cuidar muito bem delas!
De paulo miranda a 31 de Janeiro de 2009 às 23:40
lembro-me que quando Portugal entrou para a CEE davam dinheiro para arrancar as oliveiras; mais recentemente eram vendidas para ornamentar jardins. qualquer dia nao vamos ter azeitonas para comer, muito menos para produzir azeite.
De ermelinda silva a 1 de Fevereiro de 2009 às 11:37
Estou de acordo.
Há muito que penso que vamos ter de voltar à terra e dela retirar o que nos fará falta, isto se as terras estiverem como eram, com algumas árvores, com solos aráveis, no mínimo.
Aí ,muitos vão querer trabalhar as terras e não sabem por onde se lhes pega e os antigos terão morrido e já não os poderão ensinar.
Portanto, nesta sequência, são bem capazes de morrer à fome, ou roubar, ou dedicarem-se às coisas marginais porque, olhando para quem lhes pode dar de comer que é a Natureza-Mãe, não a sabem trabalhar.

O trabalho da terra é duro mas não consta que houvesse depressões quando todos vivíamos da agricultura!

Comentar post