Domingo, 24 de Setembro de 2006

Fim-de-semana do porco

No seguimento do que aqui tínhamos relatado na semana passada, era preciso dar saída ao porco arrematado em Salamonde por quatro ruivanenses .

000dy7xb

000dz67k

000e0h9s

000e1ayb

000e293s

000e3ppb

A matança foi feita ontem à noite, no lugar de Frades (Devesa) numa casa com sobrado e lareira antiga, ideal para uma matança que se queria tão tradicional quanto possível . Comeu-se o sangue, o fígado e outras partes miúdas, acabando-se a noite a comer rojões, tudo isto confeccionado ao lume.

000e42gy

000e5qa2

000e69p7

000e7yxz

As fêveras, as entremeadas e os entrecostos ficaram para hoje, grelhados nas brasas preparadas para o efeito na casa da floresta da Lameira em Campos. A chuva não foi problema já que se tomou de assalto o barracão grande, onde foi feito o lume forte com lenha recolhida ali bem ao lado em plena serra.

Foi uma noite e um dia bem passados, entre amigos ruivanenses que, como sempre, sentiram a falta de todos aqueles que não puderam comparecer.

É tudo o que temos para relatar; mais pormenores podem sempre ser pedidos a qualquer um dos quinze  ruivanenses que participou nestes dois dias do apelidado "fim de semana do porco".

 

O mote que fica é: "Tau, tau-tau-tau-tau-tau!!!"

 

Vila de Ruivães às 00:56

| deixar comentário
3 comentários:
De SCP a 24 de Setembro de 2006 às 19:30
Ė bom ver que ainda existem tradições e melhor ainda ver as belas lareiras antigas onde se faz tão bons petiscos e boas noitadas são passadas ao calor do Eucalipto ou Pinheiro.
Continuem assim, é muito bom para nós que estamos longe relembrar os bons momentos que também ai passamos.
De Joca a 25 de Setembro de 2006 às 15:50
Parabéns! O porco sempre levou "tau, tau..." Acho que é deste tipo de iniciativas que a freguesia precisa para dar um pouco de união às poucas pessoas, principalmente os mais jovens, que ainda permanecem cá.
Fica desde já o aviso, para a próxima quero convite para o evento. Garanto um bom apoio no prato....

Força, o blog está muito bom, constitui um elemento de permanente partilha e actualização das actividades desenvolvidas na nossa terra e ao mesmo tempo dá a conhecer a freguesia e alguns dos seus encantos.
De paulo a 26 de Setembro de 2006 às 18:24
podemos sempre contar algumas das peripécias por que passamos neste fim-de-semana, mas nunca sairá tão bem como no momento; para a próxima apareçam!

Comentar post