Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

...

 

 

pontos de interesse:
Vila de Ruivães às 20:00

| deixar comentário
2 comentários:
De Ruivanense Adoptivo a 10 de Dezembro de 2008 às 20:15
Nesta foto, as águas, com mãos de meiguicem, afagam as pedras e continuam no seu caminhar ininterrupto para a foz.
Um velho tronco de árvore não terá resistido à impetuosidade da corrente e terá definitivamente caído, tal e qual como sucede connosco mesmos, quando açoitados pelas asperezas da vida. Mas, porque temos Alma, acabamos por nos reerguer, ao contrário do tronco que por ali se vai quedar até um dia...
De terradesantamaria a 10 de Dezembro de 2008 às 21:19
As árvores são tão preciosas e ainda se dão ao luxo de as arrancar pelo pé!
E esta, hen?

Lindo!

Comentar post