Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

...

 

 

pontos de interesse: ,
Vila de Ruivães às 08:00

| deixar comentário
7 comentários:
De Ruivanense Adoptivo a 31 de Outubro de 2008 às 08:39
Mais um fontanário, este ao que parece situado no campo, bem rodeado do verde que nos alimenta a esperança de que todo este património se não há-de perder.
Antigamente, quando não havia água canalizada, as fontes e os fontanários eram um dos pólos aglutinadores das populações.
Ma spor terem perdido quase toda a saua função social, não significa que os votemos a o abandono.
De ermelinda silva a 31 de Outubro de 2008 às 09:10

Deve haver fontanários particulares, como o da Casa do Cristóvão que era praticamente público já que os seus proprietários davam serventia a quem quisesse. Havia várias fontelas antes da canalização que levou consigo tudo por causa ba bendita facturinha!

Não vi ainda a Fonte da Picota ou será que já cá está?

Tinha interesse fotografar em volta!

Há tanta coisa a fazer nesta nossa Terra!

A Junta de Freguesia não repara no que é típico da aldeia para tentar embelezar, limpar, renovar...

Se calhar eu, se lá estivesse e ninguém reparásse no que fazia, fazia o mesmo. Tapam-se "os buracos" mais urgentes, meia bola e força,e já está. E já lá vão uns anitos sem que uma palha se mexa.

Só vemos o Presidente colado aos acontecimentos do Lar e da Igreja (que tem os seus responsáveis e não precisam lá dele), também dos Bombeiros(teve um papel relevante enquanto Presidente da Junta); e o resto vai semeando as batatas e educando os filhos por cá ao fim de semana e ao mesmo tempo, pedindo para as festas, cantando os reis, misturando-se com o Povo...

Com tanta falta de tempo até se pode pensar que esse "folclore todo" tem qualquer coisa por trás!

Eu devo ser muito limitada porque não consigo fazer bem muitas coisas ao mesmo tempo! Talvez por isso é que não ambicionei grandezas e poder. Nunca toquei muitos burrinhos ao mesmo tempo! Mas o que faço, faço bem. Tenho plena consciência disso!

Hoje o que importa é dar ares de atarefado, estar em todo o lado e não estar em parte nenhuma.

Eu só analiso os factos. Não estou a inventar ou a supor nada! E enquanto ruivanense, tenho de defender a minha Terra.

Os homens até são boa gente mas andam a olhar para outras coisas!

E a avaliar pelo antigo Presidente que tão criticado era, estes ficam a anos-luz do senhor Guilherme Santos ( e olhem que não digo isto porque ele arranjou lá umas horitas para a minha irmã, que por sinal tinha um emprego que deixou para ir para a Junta, por ideais e por ser muito sociável).

O Senhor Guilherme andava disponível por todo o lado, deixando a sua vida familiar, o seu descanso, a sua vida própria, para incansavelmente servir toda a população. Foi um dos melhores, senão mesmo o melhor Presidente da Democracia que tivemos.

Ele seria incapaz de me pedir que eu dissesse isto e nem sei se vai gostar, mas registo na mesma.

Já repararam que ninguém se digna homenagear as pessoas que prestaram/prestam bons serviços à Terra: Professores, Médicos, Enfermeiros, Presidentes da Junta, Funcionários de mérito, etc. Gente que honestamente serviu/serve anos a fio as terras Ruivanenses?!?

Todos têm olhos na cara, mas nem todos enfrentam a vida e olham as coisas com coragem e frontalidade.

E quem critica é sempre uma afronta para quem quer poder e se sente instalado nele. Depois vêm as retaliações, as vinganças, próprias DOS MEDÍOCRES QUE NÃO ACEITAM SER CRITICADOS.

Quanto à Fonte da Picota, fico por aqui mas prometo voltar, se o dono do Blogue me deixar e não passe a proibir os comentários - o que seria uma pena-!
De Ruivanense Ausente a 3 de Novembro de 2008 às 11:25
De Ruivanense ausente:- Sou um leitor assíduo dos comentários da Dr. Ermelinda Silva, pessoa que há tinta e tal anos não vejo, porém hoje entendi lançar-lhe um repto. Em vez de criticar tanto o Presidente da Junta, que tal candidatar-se ao cargo nas próximas eleições, desde já tem o meu apoio. pois estou certo que faria um bom trabalho. Quanto á generalidade dos seus comentários, parabéns pelos mesmos. e continue.
De Ruivanense ausente a 3 de Novembro de 2008 às 11:42
Sou um leitor assíduo dos comentários da Dr. Ermelinda Silva. pessoa que não vojo há tinta e tal anos, porém hoje entendi lançar-lho um repto. Que tal em vez de criticar o Presidente da junta, candidatar-se ao cargo nas próximas eleições. Desde já tem o meu apoio. Quanto há generalidade dos seus comentários só tenho que lhe dar os parabéns e continue. Quanto ao ribeiro da Quintã nasce mesmo ali a cerca de 20 metros, a restante água vem dos campos existentes a montante.
De ermelinda silva a 3 de Novembro de 2008 às 13:55
Gostava de lhe agradecer o apoio para um cargo que talvez seja bom para alguém menos para mim. Não porque não tenha capacidade mas porque nunca tive aptências pelo poder ou pelos cargos ou títulos públicos.

Sou crítica por natureza e por defeito de formação mas atenção, eu não critico apenas o Presidente da Junta mas sim tudo o que está mal e poderia estar melhor, independentemente da côr política que governe.

Estimo muito a pessoa mas como Presidente gorou as expectativas de muita gente, não apenas as minhas. Pensei que de ínicio fosse a adaptação e dei-lhe o benefício da dúvida por mais um mandato(votei nele esquecendo política de esquerda ou de direita). Simplesmente, vejo tanta coisa que se podia fazer e não se faz e se calhar, todos temos a culpa, uma vez que, não vamos ao lugar próprio apresentar as sugestões, que são as reuniões de Assembleia de Freguesia.

Por isso, caro Ruivamense ausente, eu não ataco ninguém ferindo o bom nome, não seria ético; mas a crítica tem de ser vista pela positiva. Já enumerei neste Blogue pessoas que fizeram muito e bem por Ruivães, e se não me vê há trinta anos, é pena, pois saberia que já fiz por Ruivães, a minha parte, sobretudo no campo da cultura. Até me vim radicar nas raízes por opção e bairrismo,mas,sinceramente, não tenho vida nem sedução pelo poder.

"Cada macaco no seu galho".

Sei que o Presidente pode fazer mais e melhor e agora, não se pode queixar que é um solitário porque a Câmara é do contra, etec.etc.Não! E ainda bem porque se algo vem para Ruivães, temos de agradecer também ao Reverendo Pe. Albino que através dos responsáveis do Mini-Lar e de outros seus apoiantes, tem-se interessado muito por Ruivães. Muito mais do que os anteriores. A verdade é para ser dita.

Eu analiso tudo e passo cá pouco do meu tempo uma vez que trabalho fora e só regresso à noite; mas se todos se interessassem como eu, principalmente quem tem cá interesses maiores como comércio e indústria, decerto que Ruivães não seria esta pasmaceira, mesmo com pouca gente que cá reside.

A questão é que esses parecem mais interessados na sua vidinha e nos seus lucros do que em servir a terra. A vida em Ruivães é um jogo de interesses. Quem não joga está fora.

Eu estou fora, não por excclusão mas por au-exclusão.

Mas como é que uma pessoa que nem sequer deixa o nome, que não conhece o que faço se não a partir do que escrevo, poderá apoiar o que quer ou quem quer que seja?

Parece-me mais um comentário em defesa do nosso Presidente da Junta, não é verdade? Amizade é isso mesmo!

Pois bem. Agradeço o repto e lanço-o a outros. Há cá muita gente mais válida do que eu políticamente e é a essas pessoas que se deve encorajar para isso.

Continuarei com a minha pena, pronta a apontar o que vejo mal, se o Blogue me autorizar.

E obrigada pela informação do Rigueiro da Quintã.
Sendo da Quintã, sabe muito bem do que fala!


Saudações ruivanenses!

De alguém que não deixou o nome a 4 de Novembro de 2008 às 12:05
Ruivanense ausente Cara Dr. . Ermelinda Silva, muito embora ausente estou relativamente bem informado do que se passa na freguesia e também daquilo que a Dr. faz e as capacidades que tem para fazer mais, pois como disse no seu comentário, esse é um dom que vem de criança e eu sou testemunha disso. ( por isso o meu repto).
A amizade que nutro pelo Presidente da junta é a mesma que nutro por todos os ruivanenses inclusive a Dr. . Ermelinda pela qual tenho a maior estima e consideração já desde o tempo de catequese, por isso estou atento ao seu percurso académico, aos seus comentários. bem como li o seu livro " pequeno Alberto".
quanto ao meu nome nada adiantaria deixá-lo pois não me reconheceria conserteza , pois na sua estadia por Lisboa cruzávamo-nos quase diariamente na Sé , Rua S. João da Praça e imediações e não me reconhecia, porem reconheço a minha culpa também não me apresentava.
Mais uma vez felicito pelos comentários e quem sabe um dia falaremos pessoalmente, continue e bem haja. para o dono deste blog Dr. Paulo Miranda agradeço ter permitido o meu comentário e que nunca lhe falte a vontade para continuar com este magnifico trabalho. parabéns também pelos comentários do Ruivanense adoptivo. Todos por Ruivães abraço amigo.
De ermelinda silva a 4 de Novembro de 2008 às 17:22

Então primeiro diz que "há trinta anos que a não vejo" e depois diz " da sua estadia em Lisboa, cruzámo-nos várias vezes na Sé ...".
Já não percebo nada!

Haverá dois Ruivanenses ausentes a fazer estas confusões?

Eu não sei o que custa deixar o nome!

No princípio quando entrei no Blogue também o fiz com vários pseudónimos mas, por causa de um livro " A Cigana" de Linda da Serra, tudo se embrulhou(como agora).
Mudei de pseudónimo mas reconheceram.me logo e chegaram a fazer comentários como sendo eu a fazê-los e não o era, de facto.

Até que achei por bem assinar tudo em todo o lado.
Isso não me vai levar à prisão porque não trato aqui mal ninguém(nem me deixariam). E acho até que não deviam ser perpitidos comentários anónimos neste tipo de Blogue.

Quer queiramos quer não, com o nosso contributo, estamos a fazer "História on line".

A assinatura dos comentários é muito importante!


Comentar post