Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008

Boas férias

 

 

pontos de interesse:
Vila de Ruivães às 00:01

| deixar comentário
6 comentários:
De linda da serra a 1 de Agosto de 2008 às 18:47
Pela minha parte retribuo os votos de Boas Férias com uma palavra de reconhecimento pelo bom trabalho aqui realizado.
De Ruivanense Adoptivo a 1 de Agosto de 2008 às 21:09
Este azulejo é muito bonito e até fica bem aposto no granito minhoto.
Boas férias é o que todos desejamos a todos, embora saibamos que, infelizmente, há quem não as possa gozar.
e umas férias boas não são os dias que inutilmente se gastam nas praia, nas piscinas, ou noutros locais.
Férias saudáveis e bem passadas, são mesmo aí em Ruivães, isto para os que estamos fora, cansados do labirinto do transito e da poluição que diariamente nos aflige nas vilas e cidades mais movimentadas
De Limka a 2 de Agosto de 2008 às 16:46
Realmente a imagem poderia ser outra,se não tivessem estragado a placa da estrada,com disticos clubísticos.Que vergonha!!!E a junta não resolve essa situação!!!
De paulo miranda a 2 de Agosto de 2008 às 17:55
creio que essa situação deveria ser resolvida pela Estradas de Portugal e não pela Junta de Freguesia. mas que deveria ser resolvida, devia.
De linda da serra a 2 de Agosto de 2008 às 17:26
É por isso que eu canto a cantiga: "Daqui não saio e daqui e ninguém me tira".
Mas é mesmo a sério.
Passei por todo o lado de Norte a Sul de Portugal , vi cidades cheias de beleza e de cultura, respirei, bebi essa cultura, experienciei, fiz de tudo, estudei muito, ocupei bem o meu tempo na minha profissão de professora e nenhum lugar é tão belo como este. Vivo aqui com essas experiências do mundo!
Ruivães é o lugar onde estão as minhas raízes e que, só por uma grande amor e um projecto magnífico(que não encontrei neste mundo), me radicaria noutras paragens.
Aqui está a vida que ergui, sózinha, a pulso. E não calculam o sabor que isto tem.
Não interessa para os visitantes mas dar a cara pela vida que levamos, não custa nada e serve de testemunho. O pior foi mesmo erguê-la.Gastei toda a minha juventude a construir, a construir, a concretizar, a sonhar... até ao fim!

Tudo isto me fala do segredo de Deus a respeito de cada criatura!
De Ruivanense Adoptivo a 4 de Agosto de 2008 às 09:53
Na verdade quem teve a sorte de vir ao mundo nestas terras e, passado anos de um percurso intelectualmente enriquecedor, teve ocasião de voltar às suas origens, só pode ser uma pessoa que se sente muito feliz e que está de bem consigo mesma.
É impressionantemente bonita esta Vila carregada de História, que Paulo Miranda de uma forma tão bairrista e tão artística mostra "urbi et orbi" através deste excelente blog.

Comentar post