Sábado, 27 de Maio de 2006

Monumentos da Vila

Mais uma referencia à Vila de Ruivães no mundo da Internet, desta feita, relativamente aos monumentos nacionais existentes na nossa freguesia. São três e podem ser encontrados na página oficial da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, a saber: Pelourinho de Ruivães, Ponte da Misarela e Ponte da Rês (também conhecida entre nós como Ponte Velha de Ruivães).

Façam como nós e percam uns minutos nestas ligações que aqui deixamos, para redescobrirmos estas peças preciosas.

 

pontos de interesse:
Vila de Ruivães às 14:53

| deixar comentário
1 comentário:
De aurania a 5 de Junho de 2006 às 19:08
Prontamente lhe enviarei um breve resumo da leitura atenta de uma obra sobre Ruivães para que possa editar o artigo neste sitio.

A antiga freguesia era reitoria de apresentação do Reitor de Santa Maria de Veade. Chamou-se antigamente Vilar de Vacas e vem mencionada, pela primeira vez, em documentos de 1426. Pertenceu à Casa de Bragança e à província de Trás-os-Montes.

Foi uma das «Sete Honras de Barroso» e constituiu, em conjunto com a freguesia de Campos, o couto de Ruivães. Foi vila e sede de concelho extinto em 31 de Dezembro de 1853. Em 1836 pertencia à comarca de Chaves e, em 1842, como julgado e concelho, reunia as freguesias de Cabril, Campos, Covelo do Gerês, Ferral, Pondras, Reigoso, Ruivães, Salto, Venda Nova e Vila da Ponte. Com a extinção do concelho em 1853 as freguesias passaram para o concelho de Montalegre, com a excepção de Ruivães e Campos que passaram a integrar o concelho de Vieira do Minho. Tinha, em 1849, 6 232 habitantes.

Comentar post